Postagens

Mostrando postagens com o rótulo Significados

O Mistério de Monogenēs: Compreendendo a Singularidade de Cristo

Imagem
O Mistério de Monogenēs: Compreendendo a Singularidade de Cristo A expressão " Filho Unigênito de Deus " não apenas enfatiza a relação especial de Cristo com o Pai, mas também revela Sua divindade e papel na obra redentora. ✍ ️ O Filho Unigênito de Deus A primeira ocorrência notável da expressão "Filho Unigênito" encontra-se em João 3:16: "Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho Unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna". Essa passagem ressalta a imensa profundidade do amor de Deus, demonstrada ao enviar Seu Filho Unigênito, Jesus Cristo, para a redenção da humanidade. No entanto, a raiz desse termo remonta ao Antigo Testamento, onde a palavra grega "monogenês" é usada para descrever alguém que é único e amado, como Isaque foi para Abraão (Hebreus 11:17). Quando aplicado a Cristo, o termo transcende a singularidade humana, denotando Sua unicidade divina. Em João 1:14, lemos: &qu

Abster-se da Aparência do Mal

Imagem
Versículo Chave: "Abstende-vos de toda aparência do mal." (1 Tessalonicenses 5:22, ARC) Introdução No caminho da fé, somos chamados a uma vida de santidade, refletindo a luz do nosso Salvador. Um princípio crucial que a Bíblia nos apresenta é a necessidade de nos abstermos da aparência do mal. Vamos explorar esse ensinamento bíblico de maneira didática, buscando compreender como podemos viver essa verdade em nosso cotidiano. I. Definições 1. Abster-se no Antigo Testamento A palavra "abster-se" no Antigo Testamento tem suas raízes etimológicas na língua hebraica. A principal palavra associada a essa ideia é " × ָזַר " (nazar), que significa separar ou consagrar. Essa raiz tamb é m est á relacionada ao termo " × ָזִיר " (nazir), que se refere a alguém que faz um voto de consagração, muitas vezes envolvendo a abstenção de certas práticas ou alimentos como parte desse compromisso especial com Deus. Portanto, no contexto do Antig

A Distinção entre βίος e ζωή no Novo Testamento

Imagem
A Distinção entre βίος e ζωή no Novo Testamento No Novo Testamento, encontramos duas palavras gregas que são frequentemente usadas para descrever a vida: βίος ( bios ) e ζωή (zoe). Essas palavras têm significados distintos que lançam luz sobre diferentes aspectos da existência humana e animal.   1. βίος (Bios) - A Vida como Período ou Modo de Existência A palavra βίος é usada para se referir ao período, meios ou modo de existência. Esta é uma palavra que carrega um sentido mais amplo e é frequentemente associada aos seres humanos em contraste com os animais.   1.1 Significado de Sustento βίος também é usado no sentido de sustento ou meios de subsistência, como podemos ver em passagens como Mc 12.44 e Lc 8.43. 1.2 Significado de Curso de Vida Além disso, βίος pode se referir ao curso de vida, ou seja, à vida vista como um plano, como evidenciado em passagens como Lc 8.14, 1Tm 2.2 e 2Tm 2.4. 2. ζωή (Zoe) - A Vida como Existência em Oposição à Morte A palavra

ABORTO NA PERSPECTIVA CRISTÃ

Imagem
ABORTO NA PERSPECTIVA CRISTÃ Versículos Chave: 1.     Jeremias 1:5 (NVI) - "Antes de formá-lo no ventre, eu o escolhi; antes de você nascer, eu o separei e o designei profeta às nações." 2.     Êxodo 20:13 (NVI) - "Não matarás." 3.     Salmo 139:13-16 (NVI) - "Pois tu criaste o meu íntimo; tu me teceste no ventre de minha mãe." Introdução O debate sobre o aborto é complexo e, muitas vezes, polarizado. Para os cristãos, a busca pela compreensão à luz das Escrituras é essencial. Este artigo busca fornecer uma abordagem informativa e didática sobre o tema, fundamentada em princípios bíblicos. 1. Definição A definição do aborto, dentro da ética cristã, transcende a mera descrição médica da interrupção voluntária da gravidez. Ela se insere em um contexto teológico e moral, levantando questões fundamentais sobre a natureza da vida e a vontade divina na formação de cada ser humano. A palavra "aborto", neste contexto, abr